Costacurta - Soluções Contra Incêndio
11 99961-9403 Contato
Soluções

Instalação e Manutenção

Hidrantes

Sistema utilizado no combate a incêndios de média e grande proporção, que utiliza a água para resfriamento e extinção. O dimensionamento definirá o volume da reserva de incêndio, o tipo de bomba de pressurização, como também os locais de instalação de seus abrigos, de tal forma que atendam todas as áreas de risco de uma edificação.

Trabalhamos com uma ampla linha de materiais hidráulicos:

instalacao-manutencao

Extintores de Incêndio

Extintor de Gás Carbônico (CO2)

O GÁS CARBÔNICO não conduz ENERGIA ELÉTRICA. Atua sobre o FOGO onde a eletricidade está presente.

Ao ser acionado o extintor, o gás é liberado formando uma nuvem que ABAFA E RESFRIA.

É empregado para extinguir PEQUENOS focos de fogo em líquidos inflamáveis (classe B) e em pequenos equipamentos energizados (classe C).

Extintor de Pó Químico Seco

O agente extintor é o BICARBONATO DE SÓDIO ou de POTÁSSIO, que recebem um tratamento para torná-los absorvente de umidade.

O agente propulsor pode ser o GÁS CARBÔNICO ou NITROGÊNIO.

O agente extintor forma uma nuvem de pó sobre a chama que visa à exclusão do OXIGÊNIO; posteriormente são acrescidos à nuvem, GÁS CARBÔNICO e o VAPOR DE ÁGUA devido à queima do PÓ.

Extintor de Água Pressurizada

Não é provido de cilindro de gás propelente, visto que a água permanece sob pressão dentro do aparelho.

Para funcionar, necessita apenas da abertura do registro de passagem do líquido extintor.

Extintor de Água – Pressão Injetada

Fixado na parte externa do aparelho está um pequeno cilindro contendo o gás propelente, cuja válvula deve ser aberta no ato da utilização do extintor, a fim de pressurizar o ambiente interno do cilindro permitindo o seu funcionamento.

O elemento extintor é a água, que atua através do resfriamento da área do material em combustão. O agente propulsor (propelente) é o GÁS CARBÔNICO (CO2).

extintores

Detector de Incêndio

O detector iônico de Fumaça

Atua mediante a presença de produtos de combustão visíveis ou invisíveis. O princípio de funcionamento se baseia na detecção iônica. Possui duas câmeras, uma de referência e outra de análise.

É indicado para ambientes com atmosferas limpas e para cobrir grandes riscos.

O detector óptico de fumaça

É ativado mediante a presença de produtos de combustão: fumaça visível.

O princípio de funcionamento é baseado na técnica de dispersão de luz no interior de uma câmara que emite luz infravermelha. Ao entrar fumaça na câmara, esta é detectada por dispositivo eletrônico óptico.

O detector térmico

É instalado em ambientes onde a ultrapassagem de determinada temperatura indique seguramente um princípio de incêndio.

O detector termo-velocimétrico

Elemento que atua com um gradiente de temperatura e termostático combinados, responde a uma elevação brusca de temperatura ou quando esta atinge um valor pré-determinado.

Sua aplicação está especificamente indicada para incêndio que se inicia com uma elevação brusca de temperatura.

O Detector de Fumaça Linear

Utilizado com todos os modelos de centrais convencionais. Seu endereçamento é por fio.

O detector emite um feixe de infravermelho com alcance de até 100m que é refletido em um espelho e retorna ao detector. Na presença de fumaça o feixe é interrompido o que dispara o alarme.

São ideais para grandes áreas como galpões, shoppings, aeroportos, etc. Seu valor é mais elevado que o DFO, mas em compensação, dependendo do projeto, reduz a infraestrutura e é capaz de substituir muitos detectores convencionais.

detector-fumaca

Sprinklers

O objetivo de um sistema de sprinkler, ou chuveiro automático, é extinguir um incêndio no seu início, rápida e automaticamente antes que se alastre e cause qualquer estrago. Reduz assim, ao mínimo, os danos causados pelo fogo e pela água usada em seu combate, pois somente são ativados os sprinklers sobre local do incêndio.

sistema-sprinklers

Sinalização

Possuímos a linha completa para sinalização de equipamentos, rotas de fuga e balizamento, conforme regulamenta o Decreto Estadual 56819/11, Instrução Técnica do Corpo de Bombeiros Nº 20/2011 e NBR 13434 e CT-06.

Todas as nossas placas atendem aos requisitos das normas acima, sendo fotoluminescentes e anti-chama.

placas-sinalizacao
placas-sinalizacao-luminescencia

Alarme de Incêndio

O Sistema de Alarme de Incêndio consiste no acionamento de alerta de incêndio, para que pessoas treinadas possam extinguir o incêndio ainda na fase inicial, e principalmente a necessidade de abandono da edificação para os demais ocupantes.

É composto de acionadores manuais e sirenes distribuídas em áreas perfeitamente identificáveis, que se reportam a um painel principal que, por sua vez, identifica e processa o sinal, tomando decisões automáticas ou manuais segundo uma lógica pré-determinada e enviando sinais para periféricos podendo até dar início a um processo de combate.

alarme-incendio

Trabalhamos com uma linha completa de alarme e detecção de incêndio:

Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio – Endereçável ou Convencional

deteccao-incendio-sistema-analogico

Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio – Endereçável Analógico

deteccao-incendio-sistema-analogico-2

Escada Pressurizada

O sistema de pressurização de escadas tem como principal objetivo manter as escadas livres da fumaça, de modo a permitir a fuga dos ocupantes de uma edificação no caso de incêndio. Consiste em aplicar pressão positiva através de um exaustor no interior da escada enclausurada por meio de dutos.

No caso de incêndio no prédio, o detector de fumaça (ou acionamento manual da portaria) ativa o ventilador que começa o trabalho de insuflar ar nas escadas, alcançando uma pressão positiva necessária. Com esse diferencial de pressão a fumaça não penetra nas escadas, o que assegura a desocupação do prédio com total segurança.

escada-pressurizada

Entre em contato e solicite mais informações ou orçamento para sua necessidade

Contato
11 99961-9403